Mundo de Coisas Minhas

Pra que é que escreve num blog, hein?

Posted on: agosto 30, 2011

Que blogueiro nunca ouviu essa pergunta? E mais, essa pergunta acompanhada de comentários do tipo: mas você escreve assim o que você pensa, pra quê? Mas você escreve de graça? Mas você não sempre fala que tá ocupada, como é que você desperdiça seu tempo num troço desses? E tem gente que lê? Mas eu entrei no seu blog e não tem comentário nenhum, então pra quê você continua escrevendo?

Hã…

"Eu penso, logo blogo"

Então, é um troço complicicado e imagino que seja bem pessoal. Eu tenho um troço com escrita. Sério. Desde pequena eu lembro de ter um caderno com capa da Miney onde eu as escrevia histórias que eu inventava. Mais tarde virei ficwriter, escrevendo histórias baseadas na série Harry Potter. Depois eu entrei pra faculdade de Letras e comecei a escrever trabalhos acadêmicos. A minha trajetória inteira é marcada por escrever e comentar. A relação com o blog vem disso. É um jeito da coisa não ficar só na minha cabeça e é um jeito de eu ter mais disciplina. Por mais que eu não atualize todos os dias, fica uma luzinha na minha cabeça acendendo ESCREVE NO BLOG ESCREVE NO BLOG, aí eu escrevo. Simples assim.

Já tive uns 10 blogs ao longo da vida. Todos abortados em menos de um ano. Atualmente tenho dois: esse e o Livros de Fantasia (só para resenhas/comentários de livros do gênero). Os dois têm mais de um ano de vida e vão bem. O que fez com esses dois blogs vingassem e os outros não?

Sei lá.

Mas escrever nesses dois tem sido no mínimo terapêutico. É um jeito de eu ficar sempre em contato com a palavra escrita, sem cair no extremo de ser super informal (tipo meu antigo caderninho da Miney) nem super formal como os trabalhos da faculdade. Além disso, ler e escrever em blogs me ajuda a formar opinião. Ajuda mais que assistir TV, sabia?

"Como blogar: aqui está tudo o que você precisa saber"

Hoje em dia tem blog de tudo. Tem blog pra te ensinar a passar no vestibular, a prova da OAB (juro que tem!!! joga no Google), blog pra troca de receita, blog que contas as últimas do Big Brother Brasil pra quem não tem TV a cabo e até blog te ensinando a fazer um blog de sucesso. Então, em que categoria se enquadra esse meu blog aqui?

Então, aqui eu falo de filmes e livros, algumas coisas sobre mim, algumas coisas que eu penso e principalmente, falo sobre minhas obcessões pessoais. hahahaha Porque eu sou chata. Quando eu gosto de uma coisa fico apurrinhando as pessoas por conta dessa coisa e postar sobre essa coisa no blog me faz chatear menos pessoas e manter os amigos. rs

Isso aqui, como o nome diz, é um Mundo de Coisas Minhas. Então não sei muito bem definir o que esse blog É, então vou para o que esse blog NÃO É:

  • Uma forma de ganhar dinheiro.

Sinceramente, não tenho intenção nenhuma de encher isso aqui de anúncio e ganhar uma grana por acesso, cliques, e bla bla bla. Meu objetivo não é ter um número bombante de acessos e ganhar páginas de fãs no Facebook ou virar uma celebridade online e de repente sair por aí virando garota-propaganda de sabão ou qualquer coisa assim. É um lazer, não um negócio.

  • Uma forma de me auto-promover.

Não, não quero ser famosa e ganhar a tal página de fã do Facebook que citei acima. Não quero aparecer no CQC nem nada. Não tenho nenhum peixe pra vender. Claro que quero comentários e talz, mas isso pra sentir uma reciprocidade, uma troca de idéias, não para idolatrar minha personalidade e virar uma figurinha carimbada.

  • Um lugar detonar o mundo e falar mal dos outros.

Uma das dicas desses blogs para tornar o seu blog um blog de sucesso é justamente falar mal das coisas, reclamar, usar frases de efeito. Okay, de vez em quando eu fico fula da vida e falo mal dos outros. Inclusive, o post em que falei mal de alguém foi o post que mais me rendeu acessos em toda a história. Foi o post do José Wilker na transmissão do Oscar: 1413 acessos em um dia. Fui até parar no top5 do WordPress Brasil. Só que eu pensei: eu quero realmente ganhar acessos só porque falei mal de alguém? Hã, não. Blog de haters é sucesso na certa, mas eu não acho isso legal. Se não a gente cai no risco de ficar igual o Felipe Neto, odiando tudo sem fundamento e transmitindo frases de efeito que ficam cada vez mais sem efeito.

  • Um lugar para provar que eu sou cool e moderinha.

Definitivamente não! Pra que eu faria isso? Eu nem sei mexer no Twitter, fala sério!

Não sei se isso tudo realmente responde a pergunta do título, mas pelo menos a ajuda a delimitar um espaço. Então vocês que me lêem (sim, eu acredito que vocês estão realmente aí e que os acessos contados no WordPress não são só pesquisas que o Google mandou pro lugar errado), esperem resenhas, comentários de filmes e livros, mais posts sobre The Runaways (sim, eu sei que tenho um probleminha sério rs), coisas sobre feminismo, idéias para projetos meus, pensamentos sobre a vida e sobre minha adolescência anos 2000. Porque é isso.

"Blogar ou não blogar: eis a questão". Super batido já, mas é verdade.

Anúncios

6 Respostas to "Pra que é que escreve num blog, hein?"

Mel, adorei o post! Foi tão sincero e esclarecedor. E gostei muito de saber do fato que você sempre escreveu, até no caderninho da Miney! =D Você é super inteligente e cheia de idéias legais, te admiro muito por isso!

ps.: E adoro o título do blog, é super criativo! hahaha

Beijos!

Ah que isso, Kakazinha… agora eu fiquei até vermelha! hahahahahaha

Eu também adoro as coisas que você escreve, você é super talentosa!

Oi, Mel!
Adorei o seu texto! Um blog não tem que sempre ter um tema específico (como receitas, que vc citou) para ser legal. Vejo o meu, por exemplo, como uma “penseira”. Não necessariamente um diário, mas um lugar para desabafos e extravasar também – sem me tornar uma hater hahaha.
Bjos bjos!

Pois é, Lucy. É exatamente isso. Extravasar, mas sem sair por aí odiando coisas. E é incrivelmente fácil cair nessa de hater em blogs, principalmente para atrair comentários….

Adorei a idéia da penseira! Eu gosto muito do seu blog, por sinal, porque eu acho que você pondera bem os assuntos sem ficar cansativo. Parece uma penseira mesmo… passando por idéias…

Amo seu blog, amei esse post, Mel! 🙂
Um abraço da amiga que também é blogueira,
Ana Gabi

Eu também gosto do seu blog, Ana Gabi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

ENQUETE!

Sem falar muito

Isso é um blog azul sobre coisas mais ou menos azuis a meu respeito.

Clique aqui para receber as atualizações do blog por e-mail!

Junte-se a 12 outros seguidores

A vida alheia do Twitter

%d blogueiros gostam disto: