Mundo de Coisas Minhas

Resenha de Filme: Toy Story 3 – rir e chorar

Posted on: agosto 8, 2010

Toy Story é um dos filmes da minha infância. Eu e minha irmã tínhamos uma fita (sim, eu sou da época do VHS) do filme e sabíamos todas as falas de cor. Era uma coisa absurda. A gente assistia o filme no mínimo uma vez por semana, cantávamos as músicas, falávamos juntos com nossos personagens favoritos, essas coisas. Alguns bordões resistiram ao tempo e até hoje a gente fala coisas como “O garra está se mexendo” ou “Buzz Light Year do Comando Estelar, responda Comando Estelar, responda”. Pois é.

Quando Toy Story 3 saiu eu fiquei com um pouco de medo porque eu já não tinha gostado do Toy Story 2 (pra se ter uma noção do tão pouco eu gostei, mal lembro da história do segundo filme, só sei que a Jackie aparece). Então não fui com muita sede ao pote. Com as férias trazendo suas crianças desesperadas ao cinema, Toy Story 3 foi ficando cada vez mais pra fora dos meus planos. Até terça-feira passada quando meus pais, numa idéia meio louca, resolveram me buscar no serviço e me levar pra ver o filme na sessão de nove e tantas.

Nem precisa dizer que chorei na primeira cena só de ouvir a música “Amigo estou aqui…” e rever todas as brincadeiras do Andy com o Woody e o Buzz… Foi como voltar à infância em questão de segundos! E a história do filme é S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L! Eu não poderia pensar num roteiro como aquele, tão cheio de aventura, bons personagens e sentimento. Foi o final perfeito para todos os fãs de Toy Story.

SPOILER

Achei a idéia de o Andy estar indo pra faculdade e os brinquedos estarem tristes porque não são mais usados, uma metáfora maravilhosa para crescimento e amadurecimento. Essa coisa de que ao crescer sempre temos que fazer escolhas e deixar coisas pra trás, mas sem esquecer aquilo que nos define.

A mirabolante teia de acontecimentos que faz com que os brinquedos parem na creche é realmente inteligente e faz com que a gente fique preso à história. Sem contar que o vilão é super! (Se bem que eu sabia que aquele bichinho de pelúcia fofinho era bom demais pra ser verdade) As piadinhas, claro, são incríveis como sempre são as piadinhas dos filmes da Pixar. (As melhores são as piadinhas que zoam Toy Story 1)

O conflito dos personagens é muito bem feito, principalmente em relação ao Woody. Acho que é impossível não se identificar com ele, preso ao passado, com medo de mudar mas ao mesmo tempo com grande força de vontade e coragem. Um paradoxo tão comumente humano que até assusta.

O final dispensa comentários porque é maravilhoso. Nem precisa dizer que a nova versão de “Amigo estou aqui” me fez chorar até me acabar. Achei tocante mas sem ficar melodramático.

FIM DO SPOILER

Se você é como eu e não se esquece da sua criança interior, assista esse filme. Você vai morrer de rir, ficar tenso e ainda chorar horrores.

Anúncios

4 Respostas to "Resenha de Filme: Toy Story 3 – rir e chorar"

Eu fiquei numa agonia enorme nas cenas do ferro-velho. >.<
E adorei o filme, mto lindo! =D

Eu achei demais… e chorei no final, pensando no quanto tudo aquilo faz sentido de verdade.

Fora a historia que é incrivel, me acabei de rir com Ken.

“eu já não tinha gostado do Toy Story 2 (pra se ter uma noção do tão pouco eu gostei, mal lembro da história do segundo filme, só sei que a Jackie aparece)”

É, vc não gostou mesmo pq o nome da personagem é Jessie. rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

ENQUETE!

Sem falar muito

Isso é um blog azul sobre coisas mais ou menos azuis a meu respeito.

Clique aqui para receber as atualizações do blog por e-mail!

Junte-se a 12 outros seguidores

A vida alheia do Twitter

%d blogueiros gostam disto: